Eduardo Bez

Perfurador Estético Corporal 

HC. De que forma, em que momento teve o primeiro contato com a Body Art?
Eduardo - Minhas primeiras experiências com a arte corporal foram em 1996 quando eu por influência da cena underground comecei as perfurações em mim mesmo. Mas foi em 2000 que tive acesso por intermédio de um amigo tatuador informações e acesso às técnicas da perfuração corporal. E desde então eu nunca parei de buscar evoluir. Eu acredito que existem várias formas de aprendizado e uma delas a mais importante ao meu ver é ter acesso, e este acesso eu tive, e nunca parei de buscar até hoje.

Quem foram suas influências?
Eduardo - A primeira vez que vi um profissional falando de Body Piercing foi de um cara chamado Pinguim, um Piercer que participou de uma entrevista no programa do Jo soares na TV, então eu fiz anotações e posso dizer que esse foi o meu primeiro contato, acho que isso foi por volta de 1996. E por isso eu posso dizer que ele foi uma grande influência. Na minha segunda fase digamos que os Piercers que mais me influenciaram foram André Meyer através de suas matérias que rolavam nas revistas de tatuagem. Sempre também via nas últimas páginas das revistas nomes e trabalhos como do Snoopy, Juba, Marcelo Lobão, Lucs, Andre Fernandes e Jairo. Todos esses Piercers eram os que me influenciaram e me influenciam até hoje. Essa foi a minha grande escola.

HC. Que modificações você tem?
Eduardo -Não sou muito bom de datas, mas posso dizer que a minha primeira tattoo foi em 1996 eu tinha uns 16 anos mais ou menos. E foi nesse mesmo momento que comecei a " me perfurar" . Tenho piercings, tattoo e scars.

HC. O que levou a escolha da profissão? 
Eduardo -Eu escolhi essa profissão por ser o meu sonho, um verdadeiro sonho que se tornou realidade, isso eu posso dizer. Eu acreditei e aconteceu na minha vida.

HC. O que a “perfuração corporal” significa na sua vida? 
Eduardo -Perfuração corporal significa tudo na minha vida, meu sustendo, minha paixão e minha conquista. Eu amo o que eu faço. 

HC. Onde você está trabalhando atualmente? 
Eduardo -Estou trabalhando na minha própria loja, que se chama Adorne Professional Body Piercing, uma loja especializada em Body Piercing. E por sinal a única de Brasilia, recentemente inaugurada.

HC. Novos estudos?
Eduardo -Sim, muitos novos estudos! Recentemente eu estou vivendo uma fase muito boa. Acho que devido a interação e proximidade entre profissionais tenho visto grande evolução nos resultados de trabalhos de perfuração corporal. E posso também citar essa evolução devido ao suporte de empresas que estão dando para os profissionais Piercers, que contribuem bastante nessa evolução.

Contatos
Adorne Professional Body Piercing. CLN 310 BLOCO A SALA 112. Terça à Sábado das 8h às 18h. Tel. 61 3347-9309
Suporte Profissional: http://www.tribalpiercings.com.br/

Eduardo agradecemos por nos conceder esta entrevista.
Desejamos muito sucesso!